Home > Destaque > Beneficiários do Bolsa Família receberão auxílio emergencial a partir de 16 de abril

Beneficiários do Bolsa Família receberão auxílio emergencial a partir de 16 de abril

Os beneficiários vão receber o pagamento de acordo com cronograma normal, que varia conforme o final do NIS

Os beneficiários do Bolsa Família vão começar a receber o auxílio emergencial 2021 a partir do dia 16 de abril, conforme informou o Ministério da Cidadania.

O pagamento do benefício irá seguir o cronograma de acordo com final do Número de Inscrição Social (NIS). O mesmo sistema utilizado na primeira etapa do auxílio, em 2020.

Além de beneficiários do Bolsa Família, trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único também irão receber o valor, porém em datas diferentes.

A PEC (Proposta de Emenda à Constituição) Emergencial foi promulgada na última segunda-feira (15). Já a MP (medida provisória) com regras, valores e calendário completo ainda será assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A nova rodada do auxílio emergencial será de R$ 250. Entretanto, a equipe econômica visa liberar valores maiores ou menores, conforme o perfil do beneficiário.

Até o momento, tudo indica que as mães chefes de família irão receber R$ 375. Já solteiros sem filhos R$ 175. Ao todo, serão quatro parcelas, ou seja, abril, maio, junho e julho.

Lembrando que os beneficiários do auxílio devem atualizar as informações pessoais no aplicativo Caixa Tem, de acordo com o mês de nascimento.

Ao entrar no aplicativo, o usuário deverá acessar a conversa “Atualize seu cadastro” e enviar foto do RG ou CNH, comprovante de residência e selfie segurando o documento.

Como a atualização será realizada de forma escalonada, o cronograma segue até 31 de março.

Quem tem direito?

Para receber o auxílio emergencial 2021 é preciso estar inscrito nos cadastros públicos. Ou seja, já ter recebido o benefício no ano passado. Além disso, ser trabalhador informal ou beneficiário do Bolsa Família. A renda familiar mensal não pode ultrapassar três salários mínimos (R$ 3.300). E a renda familiar por pessoa tem de ser de no máximo meio salário mínimo (R$ 550).

Como será o pagamento?

O governo vai usar o mesmo cadastro do ano passado. Se o trabalhador atender aos critérios previstos na MP de Bolsonaro, o auxílio emergencial será pago automaticamente, na mesma conta em que era recebido em 2020. O trabalhador não tem de fazer nada para receber este ano.

O calendário de pagamento começará apenas em abril. Serão R$ 43 bilhões para 45,6 milhões de brasileiros: 28.624.776 pessoas que já estão nos cadastros da Caixa (R$ 23,4 bilhões), 6.301.073 pessoas que estão no Cadastro Único do governo federal (R$ 6,5 bilhões) e 10.697.777 de beneficiários do Bolsa Família (R$ 12,7 bilhões), segundo reportagem do UOL.

Fonte: Uol/Amirt

Sobre Portal MAM NEWS

Deixe uma Respposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Veja Também

RESUMÃO DO ESPORTE: Todos os resultados do domingo

Com Corinthians campeão do Brasileirão Feminino, confira TODOS os RESULTADOS deste DOMINGO – Futebol Interior Campinas, SP, 26 (AFI) – ...