Home > Economia > Cemig firma parceria com as forças de segurança de Minas em evento do Prograama de eficiência energética

Cemig firma parceria com as forças de segurança de Minas em evento do Prograama de eficiência energética

Em mais uma ação do Programa de Eficiência Energética, a Cemig assina acordo de cooperação com as forças de segurança de Minas Gerais. Os investimentos em eficiência energética beneficiarão Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Sistema Penal do Estado, que compreende presídios e penitenciárias, unidades de prevenção à criminalidade e sistema socioeducativo para menores infratores.

A iniciativa, chamada de “Cemig nas Forças de Segurança”, será executada ao longo dos próximos dois anos e prevê a substituição da iluminação atual, incluindo lâmpadas, luminárias e refletores, por iluminação de LED, mais sustentável e econômica. Inicialmente, o projeto contempla a substituição de cerca de 115 mil pontos de iluminação em mais de 1.500 edificações.

A parceria prevê que cada força de segurança ficará responsável pela parte logística e pelas substituições dos equipamentos. Com esse projeto, a Cemig estima uma redução no consumo de energia de 16.511 MWh/ano no consumo global das instituições beneficiadas – energia suficiente para atender aproximadamente 11 mil famílias de baixa renda. “Uma vez executado, teremos a redução do consumo e o uso sustentável da energia elétrica nas edificações contempladas, gerando benefícios diretos para os servidores e toda a sociedade”, explica Ronaldo Lucas Queiroz, gerente de Eficiência Energética da Cemig.

Investimento e benefícios

O Programa de Eficiência Energética da Cemig, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), é responsável por aplicar, conforme legislação, o percentual estabelecido da receita operacional da companhia em ações que promovem o uso racional da energia elétrica e a redução do desperdício desse recurso com foco na sustentabilidade. O investimento da Cemig neste projeto, por meio de recursos do programa regulado pela Aneel, é da ordem de R$ 7,4 milhões.

“Além de melhorar a qualidade da iluminação e diminuir os custos de manutenção com equipamentos e gastos com energia elétrica – com consequente redução dos gastos públicos –, o projeto ainda visa conscientizar os servidores públicos e a população atendida quanto ao consumo eficiente de energia, além de proporcionar um ambiente mais confortável e adequado para os profissionais e para os atendidos pelas instituições”, finaliza Ronaldo.

Sobre Portal MAM NEWS

Deixe uma Respposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Veja Também

Homem é encontrado desacordado com cortes de facão em Uberlandia

Um homem foi encontrado ferido com cortes profundos causados por facão na cabeça, na noite deste domingo (19), no loteamento ...