Últimas Notícias
Home > Educação > Em Uberlândia uma escola após outra vem apresentando surto de Covid19

Em Uberlândia uma escola após outra vem apresentando surto de Covid19

Mais uma escola da rede municipal de Uberlândia está com aulas suspensas, após casos de Covid-19 na unidade educacional. Os alunos do período vespertino da Escola Municipal Professor Otávio Batista Coelho Filho ficarão sem aulas até o dia 12 de julho, próxima segunda-feira. A informação foi confirmada pela Prefeitura de Uberlândia na tarde desta terça-feira (6) após pedido do G1.

Além da E.M. Professor Otávio Batista Coelho Filho, do Bairro Brasil, a Emei Professora Carmelita Vieira dos Santos no Bairro Tibery também teve casos de coronavírus. Prefeitura falou das medidas de biossegurança.

G1 perguntou quando as aulas foram suspensas e quantos casos foram confirmados entre professores e alunos, mas a Prefeitura não respondeu a esses questionamentos.

Outra unidade escolar do Município também está de quarentena devido ao coronavírus. É a Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Professora Carmelita Vieira dos Santos, localizada no Bairro Tibery. A Secretaria Municipal de Educação suspendeu as aulas presenciais de uma das turmas de alunos do período da tarde até o dia 10 de julho.

As atividades escolares, tanto na rede municipal quanto na particular, voltaram presencialmente no dia 14 de junho. Desde então, as aulas seguem no sistema híbrido – com revezamento entre atendimentos presenciais e remotos. Esta é a primeira vez que houve suspensão devido ao novo coronavírus.

Medidas de prevenção

Segundo a Prefeitura, seguindo normas, diariamente as escolas municipais realizam aferições de temperatura e questionam sobre possíveis sintomas gripais em servidores e alunos. As pessoas sintomáticas são imediatamente afastadas e encaminhadas para acompanhamentos médicos.

Em casos positivos, quem teve contato com a pessoas é imediatamente informado e a situação é monitorada pela Secretaria Municipal de Saúde. Se a escola apresentar dois ou mais casos positivos, a Vigilância Epidemiológica (Vigep) é acionada e, após avaliação, as aulas presenciais podem ser suspensas parcialmente ou totalmente, sem prejuízo às atividades remotas.

A Secretaria de Educação ainda informou que os prédios escolares também são equipados com papel toalha, sabonete líquido e álcool em gel, além de totens e dispenser para higienização das mãos, equipamentos para aferir a temperatura corporal e higienização do mobiliário.

Vacinação

O Município também informou que que a vacinação contra a Covid-19 já está sendo disponibilizada para todos os servidores das escolas municipais. “Semanalmente os recém-contratados e quem não compareceu à vacinação são informados sobre como proceder para tomar a vacina.

Emei do Tibery foi a primeira a ter aulas suspensas após a volta

Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Professora Carmelita Vieira dos Santos em Uberlândia  — Foto: Google Street View/Reprodução

Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Professora Carmelita Vieira dos Santos em Uberlândia — Foto: Google Street View/Reprodução

Por causa de casos da Covid-19, a Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Professora Carmelita Vieira dos Santos suspendeu as aulas presenciais de uma das turmas de alunos do período da tarde até o dia 10 de julho. A unidade fica localizada no Bairro Tibery. Segundo a Prefeitura, todas as medidas necessárias foram adotadas.

As atividades escolares tanto na rede municipal quanto na particular voltaram presencialmente no dia 14 de junho, após liberação da Prefeitura de Uberlândia e da Justiça.

Sobre Portal MAM NEWS

Deixe uma Respposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Veja Também

Volta às aulas presenciais não será mais facultativa a partir de 3/11 em Minas Gerais

Novo protocolo para atividades escolares acaba com o distanciamento adicional entre alunos A partir do dia 3/11, o retorno às ...