Home > Brasil > Governo vai estender auxílio emergencial por 2 meses e prepara novo pacote social

Governo vai estender auxílio emergencial por 2 meses e prepara novo pacote social

O governo federal vai estender por mais dois meses do auxílio emergencial, nos moldes e valores pagos atualmente, de R$ 150 a R$ 375. Também está previsto um novo programa social que passaria a valer a partir de outubro.

A informação foi confirmada ao blog por um ministro do governo.

Esse programa seria uma reformulação do Bolsa Família, para abarcar mais pessoas que hoje engordam a fila de espera para uma ajuda permanente. Além do novo Bolsa Família, o governo terá mais dois programas focados em jovens e em beneficiários do BPC (Benefício de Prestação Continuada).

Em conversas entre a equipe econômica e o ministério da Cidadania, a proposta era estender por mais três meses, até outubro, o auxílio emergencial.

Mas o ministro João Roma (Cidadania) quer lançar ainda em setembro o novo programa social. Segundo relatou uma fonte ao blog, a ideia é já ter no último trimestre do ano um programa que sirva de carro-chefe eleitoral do governo em 2022.

Em ano de eleição, o governo tem limitações para lançar programas sociais e fazer gastos que indiquem motivação eleitoral.

A nova rodada do auxílio emergencial tem custo estimado em R$ 9 bilhões por mês, o que somaria R$ 18 bilhões. Uma fonte da área econômica afirma que há uma sobra, dos recursos já autorizados pelo Congresso, de R$ 7 bilhões.

Programa para jovens

 

O governo quer também lançar um programa para qualificar jovens que hoje não estudam ou trabalham. Esse novo programa teria parte do valor pago pelo governo e parte pelas empresas que absorvessem, ao longo de um ano, os jovens.

BPC

 

Outra novidade em estudo no governo é voltada para quem recebe o BPC e que tem condições de voltar ao mercado de trabalho, mas não o faz por medo de ser excluído do programa, que paga um salário mínimo. A ideia é que a pessoa volte a trabalhar e siga recebendo metade do BPC, como estímulo ao retorno ao mercado de trabalho.

A estimativa, com os dois programas adicionais, é que o governo precise de aval do Congresso para novos créditos extraordinários, fora da regra do teto de gastos. Seriam cerca de R$ 14 a R$ 15 bilhões.

Sobre Portal MAM NEWS

Deixe uma Respposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Veja Também

Prefeitura de Monte Alegre de Minas está com projeto de asfaltamento de várias ruas

Obras com Edital lançado para contratação de empresa especializada para realização das mesmas. Uma das ruas que está em andamento ...