Últimas Notícias
Home > Brasil > Parlamento Jovem de Minas é uma ferramenta para a transformação social

Parlamento Jovem de Minas é uma ferramenta para a transformação social

Projeto de educação para a cidadania da ALMG foi lançado, em solenidade virtual, na manhã desta sexta-feira (7).

Parlamento Jovem de Minas (PJ Minas) traz a possibilidade de contribuir para a transformação social. Na manhã desta sexta-feira (7/5/21), essa afirmação foi recorrente nos pronunciamentos de diversos participantes do lançamento virtual do projeto deste ano, quando a iniciativa completa 18 anos de existência.

O projeto de educação para a cidadania da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em parceria com a PUC Minas e câmaras municipais, continua a desenvolver em 2021 sua 17ª edição, iniciada no ano passado. Isso por causa da complexidade do tema em discussão – meio ambiente e desenvolvimento sustentável – e também devido às restrições impostas pela pandemia.

A gerente-geral da Escola do Legislativo, Ruth Schmitz, enfatizou que, com o PJ Minas, Legislativo, educação e cidadania se entrelaçam. Ela explicou que, no projeto, o Parlamento assume o papel de protagonista ao dialogar com a sociedade e promover a educação para a cidadania, a qual permite aos jovens participantes conhecer, pensar e atuar, fomentando maneiras de se viver de modo solidário.

“O PJ Minas é o encontro da potência da juventude com a capacidade de diálogo e articulação do Legislativo”, salientou. Ela acrescentou que o resultado dessa integração é uma ampliação do entendimento sobre política e sobre a importância do Parlamento para a democracia.

Corroborou a fala da gerente-geral o presidente da Câmara Municipal de Poços de Caldas (Sul de Minas), vereador Marcelo Heitor da Silva, para quem a educação para a cidadania deve ser uma prioridade das câmaras municipais. “O Parlamento Jovem ensina os estudantes a participarem de forma propositiva da política”, destacou.

Ele acredita que não só os estudantes participantes saem ganhando com a iniciativa, como também toda a sociedade, uma vez que as propostas apresentadas podem se tornar realidade em benefício de todos.

A diretora-geral da Câmara Municipal de Maria da Fé (Sul de Minas), Rita de Cássia Almeida, que coordena a iniciativa há cerca de oito anos, enfatizou que o PJ Minas é o projeto mais efetivo em aproximar jovens do Poder Legislativo. “Tenho tido nesses anos a incrível experiência de ver nascer nos jovens o espírito da participação cidadã”, disse.

Experiência – Esse espírito, citado por Rita de Cássia, já cresceu na estudante Maria Eduarda Garcia Sales, de Matias Barbosa (Zona da Mata).

Segundo ela, o PJ Minas é um jeito jovem de se fazer política. Maria Eduarda contou que começou a participar do PJ Minas em 2019, quando ingressou no ensino médio, mas que já tinha interesse pela iniciativa desde 2017.

“Minha experiência com o PJ foi incrível. Conheci muitas pessoas, além de adquirir conhecimento. Tinha muita dificuldade de falar em público. As plenárias me ajudaram nisso. Apesar do nervosismo, hoje me posiciono mais”, relatou.

PJ Minas – 18 anos de aprendizados

O presidente da ALMG, deputado Agostinho Patrus (PV), abordou a importância do PJ Minas para a Assembleia e a riqueza do trabalho desenvolvido nos 18 anos de projeto.

“São 18 anos de encontros, realizações e aprendizados. Não existe quem saiba mais ou menos, existem saberes diferentes. E, com certeza, todos aprendem muito com esse projeto”, afirmou.

Agostinho Patrus enfatizou ainda a participação, neste ano, de 123 câmaras municipais das diversas regiões de Minas. Na opinião do parlamentar, isso demonstra a pluralidade das discussões levantadas no desenrolar do projeto, o que permite conhecer as diversas realidades do Estado.

O presidente da ALMG reforçou também que o PJ Minas dá uma dimensão da importância do Parlamento no regime democrático. “O Legislativo reflete o espírito de todos os cidadãos”, disse. Para ele, ter esse conhecimento é fundamental, sobretudo, em um momento em que o papel das instituições democráticas é questionado no Brasil.

Pró-reitor aborda importância da temática em discussão

Segundo o pró-reitor de Extensão da PUC Minas, Wanderley Chieppe Felippe, o atual momento de pandemia mostra mais do que nunca a relevância da temática ambiental. No seu entender, questões relativas à biodiversidade e ao desenvolvimento econômico com sustentabilidade estão na pauta dos trabalhos e são um desafio para toda a sociedade.

Wanderley Felippe destacou que não se pode ignorar ou compactuar com a destruição do meio ambiente. Ele acrescentou: “Não podemos tolerar uma economia que não valoriza e não acolhe o trabalhador, uma economia que produz desemprego e aumento da fome. Essa não é uma economia sustentável, o que será objeto de muitas discussões”.

Participações – A reunião, realizada via aplicativo Zoom, contou também com a participação de diversos deputados estaduais, além de presidentes das câmaras municipais das cidades definidas como polos regionais do projeto deste ano. Todas as demais câmaras que participam da iniciativa também foram convidadas a acompanhar a cerimônia.

Sobre Portal MAM NEWS

Deixe uma Respposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Veja Também

Confirmado o recesso em Monte Alegre de Minas na Segunda-feira(11) véspera do feriado Nacional

A Prefeitura de Monte Alegre de Minas confirmou o Ponto facultativo nesta próxima segunda-feira(11) véspera do feriado nacional em comemoração ...