Home > Saúde > Pandemia > Superintendente de Saúde do TJMG se reúnem com representantes de IES e Coren-MG

Superintendente de Saúde do TJMG se reúnem com representantes de IES e Coren-MG

Foi discutido o atual momento enfrentado pelos profissionais de saúde com a pandemia de covid-19

O superintendente de Saúde do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Bruno Terra Dias, conduziu reunião, nesta quarta feira (14/4), com representantes de Instituições de Ensino Superior (IES) – Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH), Centro Universitário Una, Centro Universo BH – e do Conselho Regional de Enfermagem (Coren-MG).

O objetivo do encontro foi tratar da situação dos profissionais de saúde, no atual momento em que há escassez deles no mercado e, ao mesmo tempo, no momento em que os estágios profissionais estão suspensos. “Isso traz um paradoxo porque para preservar a saúde dos profissionais em formação, nós privamos o mercado de pessoas habilitadas. Aqueles que estão no mercado estão trabalhando com sobrecarga. E não há reposição”, afirmou o desembargador.

Ele considera que, com a suspensão dos estágios, há uma desassistência ao profissional do mercado que está na ponta dos atendimentos de doenças, como a Covid-19, incluindo câncer, diabetes, entre outras.

O magistrado disse que na reunião ficou evidente o cenário atual no qual atuam estes profissionais, bem como outros ângulos da demanda apresentada. Em futuras reuniões, o objetivo será tratar também de estratégias de enfrentamento do assunto de forma a equilibrar os cuidados com os estagiários em enfermagem sem afastar a necessidade de inseri-los no mercado de trabalho, esclareceu.

Participaram do encontro representantes da Una, Brenda Rocha Barbosa, Maria de Fátima Castro e Fernanda Mascarenhas; do UniBH, Paula Adriana Freitas e Claudirene Milagres Araújo; e pela Universo BH e Conselho Regional de Enfermagem, Maria do Socorro Pacheco Pena.

A enfermeira Claudirene Milagres Araújo elogiou a iniciativa do desembargador Bruno Terra Dias de buscar contornar a questão de realização de estágios com os devidos cuidados de proteção contra a infecção do novo coronavírus o que possibilita evitar judicializar o assunto.

Fonte TJMG

Sobre Portal MAM NEWS

Deixe uma Respposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Veja Também

Após decisão judicial, UFU fecha temporariamente o Centro de Saúde Jaraguá em Uberlândia

Cejar suspende atendimento a partir da próxima segunda-feira (20). Justiça deu prazo até dezembro de 2021 para unidade resolver desconformidades ...